Skip to content

Obamanomics

Quinta-feira, 19 - Março, 2009

Antes de começar quero deixar bem claro que eu não sei nada sobre nada, então se eu estiver errado, por favor, me corrijam.

No fim das décadas de 70 e 80 passadas, havia um problema causado, em partes, pela crise do petróleo. Ocorreu um déficit de oferta de petróleo, pois tudo passava por um processo de nacionalização e vez ou outra a turcaiada saía no braço. Esse período compreendeu a segunda e terceira fases (são cinco, mas as outras não vêm ao caso) da crise.

E por uma série de razões que foram desencadeando em problemas internos nos Estados Unidos, o déficit americano cresceu monstruosamente, até a chegada do fim da década de 1970.

Em 1981, Ronald Reagan assumiu o governo americano e foi pro pau. Antes do período Reagan, a economia americana passou por um hiato de mais ou menos 10 anos, de estagnação econômica e inflação alta. Isso tem um nome: stagflation.

Como o déficit era gigantesco, o governo americano tinha que arranjar uma maneira de como pagar isso aí e financiar os investimentos. Reagan, um homem a frente do seu tempo, foi eleito com base em um pacote econômico chamado Reaganomics, que consistia no corte do aumento de gastos do governo, corte dos impostos, diminuição da regulação do governo na economia e controle da oferta de dinheiro.

Para financiar os gastos e o déficit, foram vendidos títulos do governo e a procura por dólar para comprar os títulos aumentou, consequentemente o preço do dólar subiu, as exportações americanas caíram e as importações de produtos de alto valor agregado aumentaram. Houve uma invasão de microondas, rádios, televisões orientais.

A economia americana só cresceu, é verdade, mas apenas no setor de serviços, como nas lavanderias, ou seja, não era necessária muita instrução para o trabalho. As pessoas que tinham estudado ganhavam pouco, pois tinham empregos que pagavam muito pouco, como balconista do Mcdonalds.

Isso fez surgir uma nova geração, a chamada geração “x”. Por que “x”? Porque eles não tinham futuro, nenhuma perspectiva, nada. Seu futuro era uma incógnita, como x é nas equações. Assim surgiu o Nirvana e o movimento Grunge. Todo o movimento partiu dessa falta de futuro de uma inteira geração.

Hoje, o país deles enfrenta um déficit muito alto e o governo, mais uma vez, vai vender títulos para financiar esses problemas. Esse é um dos principais motivos que fez com que o dólar disparasse, na mesma lógica da década de 80.

Fico aqui, pedindo pro Obamão criar um novo movimento do rock. O mundo já está muito sem graça e precisa de algo assim.

Advertisements
One Comment leave one →
  1. Felipe permalink
    Sexta-feira, 3 - Abril, 2009 15:52

    Bom, se depender da foto do Obama dirigindo carrinho de batida, o novo movimento do rock vai ser muito divertido.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: